E esse muro de inimizade e separação?! - Nancy Cardoso

Amig@s do Kairós Palestina Brasil mais uma vez convidamos vocês para um momento de reflexão e oração pela paz justa na Palestina e Israel. Vamos nos juntar a grupos e comunidades de 40 países na semana de 18 a 24 de setembro de 2016. Estamos convencid@s de que a paz com justiça para Israel e Palestina é o caminho que passa pelo fim da ocupação militar da Palestina e o fim de todas as barreiras. Organize um momento com seu grupo e comunidade! 

Tema 2016 - Deus derruba o muro de inimizade e separação (Efésios 2, 14b) 

Israel tem erguido barreiras que separam os palestinos de suas terras, famílias, comunidades, meios de subsistência, fazendas, escolas, mesquitas, igrejas, hospitais, parques e outros espaços de vida. Exemplos de barreiras em áreas palestinas incluem: o muro de separação, pontos de verificação militar, cercas, barricadas do exército, patrulhas do exército, grandes obstáculos interrompendo os caminhos e estradas que cortam em aldeias inteiras só para garantir um espaço "seguro" para os colonos israelenses que querem fácil acesso ao seus assentamentos ilegais – porque construídos em território palestino.

Talvez uma das barreiras mais repugnantes é o bloqueio de Gaza. Agora em seu 10 ano, o bloqueio envolve um complexo de terra, ar e mar por Israel e Egito. As restrições sobre bens atingindo Gaza através das passagens terrestres são uma causa significativa da situação humanitária insustentável e inaceitável de Gaza, para além dos três invasões militares de larga escala. O bloqueio constitui uma punição coletiva da população de Gaza e é, portanto, uma violação direta do direito internacional.

Buscamos com as comunidades na Palestina e Israel e na comunidade internacional a resolução para este cenário dramático e sabemos que a paz justa é o único caminho para a vida plena e segura para Israel e Palestina. Apoiamos ações nacionais e internacionais de BDS (boicote, desinvestimento e sanção >https://bdsmovement.net/files/2011/04/bds-frente-palestina.pdf), contribuímos com presença ecumênica na região (americalatina.peapi.org), lutamos para que o Brasil mantenha uma política responsável e solidária na região. Sabemos que a ação libertadora de Deus exige nosso compromisso e solidariedade para derrubar as barreiras e trazer a paz fruto da justiça. 

E a obra da justiça será paz; e o efeito da justiça será sossego e segurança para sempre. Isaías 32, 17

O que você pode fazer: 

Orar com as igrejas que vivem sob ocupação na Palestina, utilizando recursos de culto especialmente preparados para a semana http://pief.oikoumene.org/en/world-week-for-peace

Aprender sobre ações que servem para a paz usando recursos para conhecer e entender o que acontece

Defender lideranças e políticas ecumênicas que promovam a paz com justiça.

Para aprofundar: 

Fonte: CEBI Nacional