NATAL 2010


por Dom Pedro Casaldáliga



É difícil detectar O Anúncio
em meio a tantos anúncios que nos invadem.

Ainda existe Natal?
Natal é a Boa Nova?
Natal é também Páscoa?

Sabemos que «não há lugar para eles».
Sabemos que há lugar para todos,
até para Deus...

O boi e a mula,
fugindo do latifúndio,
se refugiaram nos olhos desta Criança.

A fome não é só um problema social,
é um crime mundial.

Contra o Agro-Negócio capitalista,
a Agro-Vida, o Bem Viver.

Tudo pode ser mentira,
menos a verdade de que Deus é Amor
e de que toda a Humanidade
é uma só família.

Deus continua entrando por debaixo,
pequeno, pobre, impotente,
mas trazendo-nos a sua Paz.

A dona Maria e o seu José
continuam na comunidade.
A Veva continua sendo tapirapé.
O sangue dos mártires
continua fecundando a primavera alternativa.
Os cajados dos pastores
(e do Parkinson também),
as bandeiras militantes,
as mãos solidárias
e os cantos da juventude
continuam alentando a Caminhada.

As estrelas só se enxergam de noite.
E de noite surge o Ressuscitado.

«Não tenhais medo».

Em coerência, com teimosia e na Esperança,
sejamos cada dia Natal,
cada dia sejamos Páscoa.

Amém, Axé, Awire, Aleluia.

Pedro Casaldáliga,

Natal 2010, ano novo 2011

FRATERNIDADE E A VIDA NO PLANETA

No ano de 2010, tivemos a terceira edição ecumênica da Campanha da Fraternidade. Em 2011, a CF volta a ser uma iniciativa da Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR), mas é importante que continuemos a propor uma reflexão cada vez mais inclusiva e ecumênica sobre o tema proposto, exigindo de cada um/a de nós, discernimento e postura clara.

Para contribuir na reflexão e diálogo sobre o tema "Fraternidade e a Vida no Planeta", o CEBI apresenta e solicita o empenho de todos/as para a divulgação e estímulo à leitura do subsídio "Reciclar a Vida", dos autores Carlos Mesters, Tea Frigerio e Francisco Orofino. Em formato de círculo bíblico, o material terá um custo de R$ 2,00* cada e os pedidos podem ser realizados pelo endereço cebies@yahoo.com.br - (27)3223-0823, Rua Duque de Caxias, em cima da Paulus Livraria, centro de Vitória.

* Pedido mínimo de R$ 26,00.

DEZ CONSELHOS PARA VIVER A RELIGIÃO

Espiritualidade
Dez conselhos para viver a religião - Frei Betto
Segunda-feira, 20 de dezembro de 2010 - 15h25min
por Adital

1. Religue-se. Evite o solipsismo, o individualismo, a solidão nefasta. Religue-se ao mais profundo de si mesmo, lá onde se cultivam os bens infinitos; à natureza, da qual somos todos expressão e consciência; ao próximo, de quem inevitavelmente dependemos; a Deus, que nos ama incondicionalmente. Isto é religião, re-ligar.

2. Tenha presente que as religiões surgiram na história da humanidade há cerca de oito mil anos. A espiritualidade, porém, é tão antiga quanto a própria humanidade. Ela é o fundamento de toda religião, assim como o amor em relação à família. Busque na sua religião aprimorar a sua espiritualidade. Desconfie de religião que não cultiva a espiritualidade e prioriza dogmas, preceitos, mandamentos, hierarquias e leis.

3. Verifique se a sua religião está centrada no dom maior de Deus: a vida. Religião centrada na autoridade, na doutrina, na ideia de pecado, na predestinação, é ópio do povo. "Vim para que todos tenham vida e vida em abundância", disse Jesus (João 10,10). Portanto, a religião não pode manter-se indiferente a tudo que impede ou ameaça a vida: opressão, exclusão, submissão, discriminação, desqualificação de quem não abraça o mesmo credo.

4. Engaje-se numa comunidade religiosa comprometida com o aprimoramento da espiritualidade. Religião é comunhão. E imprima à sua comunidade caráter social: combate à miséria; solidariedade aos pobres e injustiçados; defesa intransigente da vida; denúncia das estruturas de morte; anúncio de um "outro mundo possível", mais justo e livre, onde todos possam viver com dignidade e felicidade.

5. Interiorize sua experiência religiosa. Transforme o seu crer no seu fazer. Reduza a contradição entre a sua oração e a sua ação. Faça pelos outros o que gostaria que fizessem por você. Ame assim como Deus nos ama: incondicionalmente.

6. Ore. Religião sem oração é cardápio sem alimento. Reserve um momento de seu dia para encontrar-se com Deus no mais íntimo de si mesmo. Medite. Deixe o Espírito divino lapidar o seu espírito, desatar os seus nós interiores, dilatar sua capacidade amorosa.

7. Seja tolerante com as outras religiões, assim como gostaria que fossem com a sua. Livre-se de qualquer tendência fundamentalista de quem se julga dono da verdade e melhor intérprete da vontade de Deus. Procure dialogar com aqueles que manifestam crenças diferentes da sua. Quem ama não é intolerante.

8. Lembre-se: Deus não tem religião. Nós é que, ao institucionalizar diferentes experiências espirituais, criamos as religiões. Todas elas estão inseridas neste mundo em que vivemos e mantêm com ele uma intrínseca inter-relação. Toda religião desempenha, na sociedade em que se insere, um papel político, seja legitimando injustiças, ao se manter indiferente a elas, seja ao denunciá-las profeticamente em nome do princípio de que somos todos filhos e filhas de Deus. Portanto, temos o direito de fazer da humanidade uma família.

9. A árvore se conhece pelos frutos. Avalie se a sua religião é amorosa ou excludente, semeadoras de bênçãos ou arauto do inferno, serva do projeto de Deus na história humana ou do poder do dinheiro.

10. Deus é amor. Religião que não conduz ao amor não é coisa de Deus. Mais importante que ter fé, abraçar uma religião, frequentar templos, é amar. "Ainda que eu tivesse fé capaz de transportar montanhas, se não tivesse o amor isso de nada me serviria", disse o apóstolo Paulo (1 Coríntios 13, 2). Mais vale um ateu que ama que um crente que odeia, discrimina e oprime. O amor é a raiz e o fruto de toda verdadeira religião; e a experiência de Deus, de toda autêntica fé.

[Autor do romance "Um homem chamado Jesus" (Rocco, Brasil), entre outros livros. www.freibetto.org - twitter:@freibetto Copyright 2010 - FREI BETTO - Não é permitida a reprodução deste artigo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do autor. Assine todos os artigos do escritor e os receberá diretamente em seu e-mail. Contato - MHPAL - Agência Literária (mhpal@terra.com.br)].

IECLB EMPOSSA NOVO PRESIDENTE



Coerência e solidez teológica, missão, gestão de cuidado e contato com ministros, ministras e campos de trabalho são as três ênfases que o novo pastor presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Nestor Friedrich, pretende imprimir nos quatro anos em que estará à frente da denominação.

Nestor foi empossado, oficialmente, em culto solene realizado dia 19 de dezembro, em Porto Alegre, e que contou com a presença do prefeito da capital gaúcha, José Fortunati, do arcebispo metropolitano, dom Dadeus Grings, de líderes e representantes de igrejas e organismos ecumênicos.

Eleita no Concílio de outubro, a presidência da IECLB está integrada, ainda, pelo pastor primeiro vice-presidente, Carlos Moeller, e a pastora Silvia Genz, segunda vice-presidente.


Primeira mulher a ocupar cargo na direção superior da igreja, Sílvia foi homenageada e recebeu mensagens de apoio de grupos de mulheres de diversas regiões do país. Nestor exerceu o cargo de secretário geral da igreja nos últimos oito anos.

Altmann deixa o cargo depois de oito anos. “O maior cargo não é ser presidente, é ser cristão”, disse. Ele passa à condição de pastor emérito da IECLB, mas não será uma passagem à inatividade. Seguirá como moderador do Comitê Central do Conselho Mundial de Igrejas até a assembleia de 2013.

CEBI JOVEM O BLOG DAS JUVENTUDES

O blog Cebi-Jovem é um espaço de aproximação das diversas juventudes com o CEBI. É uma oportunidade de encontro também e de uma maior aproximação da Palavra de Deus. É um espaço onde as juventudes podem mostrar a sua cara enquanto Povo de Deus.
Entre! Confira! Participe!

CEBI-ES - 25 ANOS A SERVIÇO DA PALAVRA DE DEUS




O CEBI-ES INICIA CELEBRAÇÃO DOS 25 ANOS COM ASSEMBLÉIA ESTADUAL

O Centro de Estudos Bíblicos do Espírito Santo – CEBI-ES celebrará em 2011 os seus 25 anos a serviço da Leitura Popular da Palavra de Deus no meio do povo. Essa celebração terá início com a Assembléia Estadual, que acontecerá de 03 a 05 de dezembro de 2010, no Centro de Treinamento de Guarapari.
Participam dessa Assembléia todos os membros de Equipes de Assessorias e demais integrantes da Coordenação Estadual. Além disso, estão sendo convidados diversos parceiros/as e colaboradores/as do trabalho do CEBI-ES.
A Assembléia terá a assessoria do Secretário Executivo do CEBI Nacional, Edmilson Schinelo que trabalha na sede nacional em São Leopoldo - RS.
Acompanhemos esses momentos com nosso carinho e principalmente com nossas orações.

CEBI-ES APRESENTA PROGRAMAÇÃO DE CIRCULOS BÍBLICOS 2011

PROGRAMAÇÃO DE CÍRCULOS BÍBLICOS PARA 2011
Conforme tem acontecido ultimamente, o Centro de Estudos Bíblicos - CEBI-ES apresenta às Igrejas e Parceiros a Programação para os Círculos Bíblicos para o Ano de 2011.
Logo abaixo você poderá conferir os conteúdos e os períodos.
Se você, sua Igreja, Entidade ou grupo deseja usar o nosso material, favor fazer contato pelos seguintes contatos: email - cebies@yahoo.com.br ou telefones (27)3223-0283 e (27)9945-2068.
1 – Evangelho de Mateus (1º bloco) – em sintonia com o Ano Litúrgico – Ano A – Fevereiro de 2011;
2 - Campanha da Fraternidade 2011 – Tema: “Fraternidade e a vida no planeta”; Lema: “A criação geme em dores de parto” (Rm 8,22) – para a Quaresma – março e abril;
3 – Evangelho de Mateus (2º bloco) – maio;
4 – Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos – At 2,42: “Eles eram assíduos ao ensinamento dos apóstolos e à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações” - 05 a 12 de junho;
5 – Evangelho de Mateus (3º bloco) – junho e julho;
6 – Livro do Êxodo (1º bloco) – Setembro – livro do mês da Bíblia;
7 –Livro do Êxodo (2º bloco) – Outubro – continuando a reflexão (ligando com as missões);
8 – Novena de Natal 2011.
Venha fazer conosco essa parceria e celebrar juntos os nossos 25 anos de existência!

Eleição, aborto e a infantilização da religião

Eleição, aborto e a infantilização da religião

Jung Mo Sung *
Adital -

Por que bispos, padres e grupo religiosos que sempre defenderam a separação radical entre a religião e política, que sempre criticaram a discussão política no âmbito da Igreja ou até mesmo a relação "fé e política", estão fazendo, até mesmo nas missas, campanha aberta contra Dilma? Uma primeira resposta poderia ser: hipocrisia. Respostas moralistas podem satisfazer o "juiz moralista" que todos nós carregamos no mais profundo do nosso ser, mas não são boas para nos ajudar a entender o que está acontecendo. Esta campanha contra a candidatura da Dilma, e com isso o apoio explícito ou implícito à candidatura do Serra, está sendo feita de várias formas, mas com um elemento comum: os católicos e os "crentes" não devem votar nela porque ela seria a favor do aborto e, por isso, contra a vida. Alguns agregam também a acusação de que, se ela for eleita, as TVs católicas e evangélicas seriam proibidas de veicular os programas religiosos ou obrigadas a diminuir o seu tempo de duração. É a velha acusação de que "comunistas" são contra a religião.Essas duas acusações são expressas e justificadas através de lógicas religiosas, e não a partir da "racionalidade leiga" que deve caracterizar a discussão sobre a política hoje. Esses grupos não admitem a distinção entre a religião e a política, ou melhor, não admitem a "autonomia relativa" do campo político e de outros campos -como o econômico- que se emanciparam da esfera religiosa no mundo moderno. Por isso, eram e são contra "fé e política" ou o debate sobre a política no campo religioso, pois esses debates são feitos normalmente a partir do princípio da autonomia relativa da política. Isto é, a discussão sobre questões políticas são feitas com argumentos de racionalidade sócio-política e não submetidos ao discurso meramente religioso. Para esses grupos (é preciso reconhecer que ocorre também em outros grupos político-religiosos), os valores religiosos (do seu grupo) devem ser aplicados diretamente a todos os campos da vida pessoal e social. E, em casos graves como aborto, ser impostos sobre toda a sociedade através das leis do Estado. Nesses casos, não seria misturar a religião com a política, mas seria a "defesa" dos mandamentos e valores religiosos; ou colocar a política a serviço dos valores religiosos (nessa discussão apresentados como "a serviço da vida"). Pois, nada estaria acima dos "mandamentos de Deus". Desta forma não se reconhece a autonomia relativa do campo político, a dificuldade de se passar do princípio ético abstrato (do tipo "defenda a vida") para as políticas sociais concretas, e muito menos se aceita a pluralidade de religiões com valores diversos e propostas de ação divergentes e conflitantes.Esta é a razão pela qual esses grupos não entendem e nem aceitam a resposta dada por Dilma de que ela, pessoalmente, é contra o aborto, mas que ela vai tratar esse tema como um problema de saúde pública. Para ouvidos daqueles que crêem que não há ou não deve haver separação entre a saúde pública (o campo da política social) e a opção religiosa pessoal do governante, a resposta da Dilma soa como eu não sou contra o aborto, que logo é traduzido na sua mente como "eu sou a favor do aborto".E se ela é a favor do aborto, ela é contra a vida e, portanto, ela é do "mal". Enquanto que, por oposição, o outro candidato seria do "bem".Reduzir toda a complexidade da "defesa da vida" -a que um/a presidente deve estar comprometido/a- à manutenção da criminalização do aborto (que é o que está discutido de fato neste debate sobre ser a favor ou contra o aborto) é uma simplificação mais do que exagerada. Simplificação que deixa fora do debate, por ex., toda a discussão sobre políticas econômicas e sociais que afetam a vida e a morte de milhões de pessoas. Mas é compreensível quando os cristãos têm muita dificuldade em perceber quais são os caminhos concretos e possíveis para viver a sua fé na sociedade, perceber em que a sua fé pode fazer diferença na vida social. Diante de tanta complexidade, a tentação mais fácil é simplificar o máximo para separar "os do bem" de "os do mal".Essa simplificação me lembra a pergunta que os meus filhos, quando muito pequenos, me faziam ao assistir um filme: "pai, ele é do bem?" Se sim, eles torciam por aquele que "é do bem" contra o "do mal". Essa necessidade de separar os do bem e os do mal faz parte da condição mais primária do ser humano. O problema é que reduzir toda a complexidade da luta em favor da vida ao tema de ser favor ou contra a manutenção da criminalização do aborto é infantilizar a discussão política e, o que é pior, é infantilizar a própria religião que professa.[Autor, em co-autoria com Hugo Assmann, de "Deus em nós: o reinado que acontece na luta em favor dos pobres"].
* Coord. Pós-Graduação em Ciências da Religião, Universidade Metodista de São Paulo

CEBI E AS ELEIÇÕES

Olá CEBI-ES!

Em função do segundo turno das eleições, a Direção Nacional do CEBI toma a liberdade de fazer chegar até você seu posicionamento público. Pedimos que leia com carinho e divulgue.

Nota da Direção Nacional do CEBI em relação ao 2º Turno das Eleições

Não é bom para a democracia que alguns decidam pelos outros (...) Mas é pior ainda para a religião, seja qual for, pressionar os seus adeptos para que votem em determinados candidatos, ou proibir que votem em determinados outros em nome de convicções religiosas. A religião que não é capaz de incentivar a liberdade de consciência dos seus seguidores, que se retire de campo. Seja quem for, bispo, padre, pastor, ninguém se arrogue o direito de decidir pela consciência do outro." (Dom Demétrio Valentin)
"A Aliança de Batistas do Brasil vem a público levantar o seu protesto contra o processo apelatório e discriminador que nos últimos dias tem associado o Partido dos Trabalhadores às forças da iniquidade. Lamentamos a participação de líderes e igrejas cristãs nesses discursos e atitudes, que lembram muito a preparação das fogueiras da inquisição". (Pronunciamento da Aliança de Batistas do Brasil)
Chamando a atenção para as palavras das lideranças religiosas acima citadas, a Direção Nacional do CEBI vem a público denunciar as práticas de setores de algumas igrejas que buscam forçar seus fiéis a não votar em certa candidatura por meio de informações manipuladas ou falsas, acerca de temáticas de cunho ético, como, aborto, união civil de pessoas do mesmo sexo ou outras.Denunciamos que esse tipo de manipulação religiosa, do ponto de vista legal é crime de preconceito e de incitação à intolerância; e do ponto de vista religioso, é atitude contrária ao Evangelho de Jesus Cristo. Reforçamos que a liberdade de consciência é direito inalienável da pessoa humana e que não é papel das instituições religiosas estimular a intolerância religiosa. Certas apelações e alguns temas que tentam implantar medo e terrorismo no imaginário do povo, já foram tentados nas eleições de 1989, resultando, naquela ocasião, na derrota das forças progressistas.Reconhecemos que as duas candidaturas que disputam o 2º turno têm posturas próximas do ponto de vista econômico, ambiental, ético, moral e religioso. Entretanto, entendemos que a candidata do PT ainda significa a possibilidade de maior investimento no campo social e de menor perseguição às lutas populares.É imprescindível que cada cidadão e cidadã decida seu voto com base em avanços ou retrocessos na qualidade de vida do nosso povo. Sugerimos que a sociedade livremente avalie as melhorias que as populações empobrecidas tiveram nos últimos oito anos e apoie sua continuidade. E que se organize ainda mais para a cobrança do que é direito do povo e dever do Estado.
Leia abaixo outras notas e artigos de lideranças religiosas sobre o processo eleitoral!
Notícias
Líder das Assembleias de Deus desmente boatos sobre DilmaLeia mais
Nome da CNBB está sendo usado para enganar fiéis, afirma notaMuitos grupos, em nome da fé cristã, têm criado dificuldades para o voto livre e consciente, usando o nome da CNBB, induzindo erroneamente os fiéis a acreditarem que ela tivesse imposto veto a candidatos nestas eleições. Leia mais
Eleições: a credibilidade da CNBB posta em xeque - Dom Demétrio Vanlentini"A credibilidade da CNBB está sendo colocada em xeque, existe uma falácia que precisar ser desmontada: o nome da CNBB foi invocado com posições que não são dela para criticar Dilma Rousseff" Leia mais
Aliança de Batistas do Brasil faz pronunciamento sobre Eleições 2010Leia mais
Cidadania
Carta aberta a Dom Demétrio - José ComblinSe os bispos não protestarem contra a manipulação que se fez do seu documento, serão cúmplices da manipulação e aos olhos do público serão vistos como cabos eleitorais.Leia mais
Equipe CEBICEBI - Centro de Estudos BíblicosVisite nosso site: www.cebi.org.br

Programa A Palavra na Vida - Rádio América 690 AM


Amigas e amigos!

A partir de 10 de outubro de 2010, iniciamos um novo horário com o

Programa A Palavra na Vida.

Estamos ao vivo, às 17 horas, todos os domingos.


RÁDIO AMÉRICA AM 690

A rádio da Arquidiocese de Vitória

Contamos com a audiência, participação e divulgação de todas e todos.
Um Grande abraço,
Fatinha (pela equipe de Secretaria)

CEBI-ES - Centro de Estudos Bíblicos do Espírito Santo

Rua Duque de Caxias, 121 Ed. Juel, Sala 206 Centro - Vitória - ES

Cep: 29010-120 Tel.: (27) 3223-0823/(27) 9945-2068

Fazer memória e celebrar a vida expressa no trabalho de tantas mãos!

No início do ano de 2006, uma nova semente foi lançada no seio da terra do CEBI-ES: a proposta de ampliarmos nossa participação na Rádio América AM 690. Nossa participação semanal, ao vivo na maioria das vezes, tinha duração de cinco minutos dentro de um chamado “Sintonia de amigos”, no quadro “com a bíblia na mão”, apresentado por Vanda Simas, amante e parceira do CEBI.

A nova proposta ampliou horizontes, trouxe desafios e nos encheu de esperança. Trilhar um caminho que nos aproximaria ainda mais do povo, deu vida a projetos acalentados pelos limites que são próprios dos grupos de resistência como o nosso. A proposta de ampliar nossa participação na rádio de cinco minutos para uma hora de programa ao vivo, com produção e apresentação do próprio CEBI-ES, trouxe questionamentos e reflexão ao grupo. As discussões ocorreram dentro da normalidade que é peculiar a grupos que tem objetivos comuns e o direito de expressar opiniões diferentes. Enfim, chegamos à decisão de abraçar o desafio.

Esta experiência, além de multiplicar idéias e ações libertadoras, trouxe até nós crescimento imensurável, parcerias que de forma recíproca fortaleceu e abriu espaço para mulheres, homens, entidades, grupos populares, entre outros;
O programa “A Palavra na Vida” traz em sua essência o chão da vida que é a realidade das pessoas, o texto bíblico que ilumina a vida e o compromisso de agir concretamente para um mundo onde a justiça e a paz sejam comuns a todos.

O programa de estréia foi em março de 2006. Até a presente data produzimos e apresentamos o programa que vai ao ar sempre aos domingos, de 10h - 11h. Após quase cinco anos de trabalho, as negociações e parceria com a rádio continuam, para que haja um melhor desenvolvimento bíblico dentro da programação.

Neste segundo semestre de 2010, foi disponibilizado um horário no domingo à tarde, no qual vamos trabalhar a partir de outubro. Este ano, devido aos compromissos assumidos de assessorias bíblicas e a correria pessoal de cada participante do CEBI, vamos continuar com duração de uma hora e sem alterações nos quadros. Mas, tem novidades para 2011...! A proposta feita pelo coordenador da rádio América AM 690, Cleilton, que deixa transparecer por meio de suas atitudes, o respeito e carinho que tem pelo grupo, ‘abriu o leque’, sugeriu que o programa passe de uma hora de apresentação para duas horas com possibilidade também de renovação nos quadros já existentes. As propostas serão discutidas e planejadas em nossa assembléia estadual que se realizará de 03 a 05 de dezembro de 2010.

Queremos partilhar nossa alegria e celebrar junto a tantas vidas que foram fiando, desfiando e tecendo novas possibilidades de vivenciar a Divina Sabedoria, que pode ser menina e menino brincado na arte de viver e recriar a Vida.

Izalete Armani
CEBI - ES

Saudades!

Hoje muitos amigos e muitas amigas se reuniram para lembrar dos bons momentos vividos em companhia de Genilza. Ela viveu intensamente seus 46 anos e partiu, deixando muita saudade.

Sorriso,
Alegria,
Disposição,
Compromisso com a vida...

É o que fica como exemplo para todos/as nós.



Círculos Bíblicos Livro de Jonas

"Levanta-te e vai à grande cidade!" (Jn 1,2)

Com esse Lema já estão sendo realizados nas comunidades da Igreja Católica no Brasil os estudos sobre o Livro de Jonas.
No Espírito Santo os Círculos Bíblicos também já estão acontecendo em seu Primeiro Bloco. No mês de outubro haverá o Segundo Bloco continuando a reflexão.
O CEBI-ES é responsável pela elaboração e confecção desse material para a Arquidiocese de Vitória e paróquias da Diocese de Colatina.
Maiores informações na Sala do Cebi-ES - cebies@yahoo.com.br

Bispos Católicos do Espirito Santo e as Eleições 2010


Esclarecimento para as eleições 2010


Nós, bispos da Província Eclesiástica do Espírito Santo, sentimos a necessidade de esclarecer os católicos e pessoas de boa vontade sobre o seguinte:
1. A Igreja não exerce política partidária, portanto, não indica partido ou candidato durante as campanhas políticas. Porém, a Igreja, em seu discurso e ação defende a política do bem comum e a construção da democracia. “A Igreja tem o dever de oferecer, por meio da purificação da razão e através da formação ética, a sua contribuição específica para que as exigências da justiça se tornem compreensíveis e politicamente realizáveis”. “A Igreja não pode nem deve tomar nas suas próprias mãos a batalha política para realizar a sociedade mais justa possível [...]. Mas toca à Igreja, e profundamente, o empenhar-se pela justiça trabalhando para a abertura da inteligência e da vontade às exigências do bem” (Deus Caritas Est 27).
2. Recentemente, foi veiculado durante a propaganda eleitoral do candidato ao Senado, senador Magno Malta, o depoimento de um padre e de um bispo sobre atividades do candidato. Nós não concordamos com a veiculação de imagens de padres e bispos para apoiar um determinado candidato. Mais grave ainda, quando o padre e o bispo afirmam não terem autorizado o uso das imagens para fins eleitorais. Esta atitude fere o Princípio de Direito de Imagem resguardado pela Constituição.
3. Orientamos todos os católicos que se posicionem criticamente diante desta campanha que coloca o foco na CPI da pedofilia e na CPI do narcotráfico. Estes temas exigem nossa reflexão e atitude, mas não concordamos que a dor, a humilhação e o sofrimento das crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual e tráfico de drogas e de armas, sejam transformados em espetáculo para angariar votos.
Caríssimos padres, lideranças católicas e pessoas de boa vontade, mantenhamo-nos dentro de nossos direitos sem violar o direito do outro, mas não nos omitamos nos esclarecimentos que devem ser dados a quem precisa, de forma que o voto seja consciente e responsável. O voto é um compromisso. É uma procuração que cada um dá ao candidato em quem vota.
Não podemos ser coniventes com pessoas que não têm ética na política.

D. Luiz Mancilha Vilela, Arcebispo de Vitória do Espírito Santo
D. Décio Sossai Zandonade, Bispo de Colatina
D. Zanoni Demettino Castro, Bispo de S. Mateus,
Pe. Antonio Tatagiba Vimercat, Administrador diocesano de Cachoeiro de Itapemirim

CEBI ASSESSORA ASSEMBLÉIA DE CÍRCULOS BÍBLICOS DA ÁREA BENEVENTE








Aconteceu no dia 29 de agosto, de 08hs às 12hs no Instituto Educacional Jesus Menino, em Guarapari, uma Assembléia de Círculos Bíblicos das Paróquias da Área Benevente.
Embora a iniciativa tenha sido da Paróquia São Pedro, todas as demais paróquias da Área foram convidadas a participar. Cada Paróquia devia enviar 05 representantes dos seus grupos de Círculos Bíblicos. Participaram 57 pessoas e a Assembléia foi assessorada pelo CEBI-ES que atualmente elabora os Círculos Bíblicos da Arquidiocese de Vitória.



A metodologia usada foi o VER, JULGAR e AGIR. Cada paróquia teve a oportunidade de responder um questionário sobre a realidade dos Círculos Bíblicos em sua região - VER. Em seguida a Equipe do CEBI-ES apresentou um JULGAR a partir da Palavra de Deus. Um terceiro momento foi o AGIR procurando responder dúvidas do grupo, bem como indicar algumas pistas de ação para as diversas demandas levantadas.




LIVRO DE JONAS - REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

LIVRO DE JONAS - REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 - OS EXEMPLOS DE JONAS E ELEAZAR E OUTRAS HISTÓRIAS EM CORDEL - Varneci Nascimento
2 - A PARÁBOLA DE JONAS - Frei Carlos Mesters e Francisco Orofino
3 - BRINCAR E BRIGAR COM DEUS. Encontros Bíblicos sobre Jonas. CEBI-GO.

4 - E AGORA JONAS? E AGORA VOCÊ? FUGIR? PARA ONDE? - Grupo Ruah de Aprofundamento Bíblico; Rogério I. de Almeida Cunha
5 - “EU SABIA… POR ISSO FUGI” – Jonas e a misericórdia de Deus – Dietlind Nüsse
Onde encontrar:
CEBI-ES - Centro de Estudos Bíblicos do Espírito Santo
Rua Duque de Caxias, 121 Ed. Juel, Sala 206 (atrás da Praça Oito, ao lado Escadaria Maria Ortiz, em cima Livraria Paulus)
Centro - Vitória - ES Cep: 29010-120 Tel.: (27)3223-0823/9945-2068 E-mail: cebies@yahoo.com.br
Blog: http://portrasdapalavra.blogspot.com

Releituras do Livro de Jonas

JONAS, O PROFETA
Autora: Elza Santos de Menezes
Linhares - 26 e 27 de junho de 2010




Sob as ordens do Senhor
Jonas tinha que anunciar
Só que pela sua covardia
Ele tentou escapar.

Sobre as águas em um navio
Jonas estava lá
Tranquilo a descansar
Dormia seu sono solto
Sem mesmo imaginar
Que o capitão chegaria
Chamando-o para levantar.

Levantou-se espantado
Pois havia uma forte tempestade
Vento para todo lado
Até aí não sabiam
Que Jonas era culpado.

Pela sua desobediência a Deus
Todos estavam apavorados
Cargas jogada ao maravilhosa
Para o peso aliviar.

Quiseram saber dele
De onde era e o que fazia
Se seu trabalho era honesto
E qual o Senhor que Jonas servia.

Mas isso nosso profeta
Já esperava
E tudo se resolveu
Uma triste sorte caiu
Sobre Jonas, o hebreu.

Depois de olhar a sorte
Que caiu no companheiro
Todos se puseram a rezar
Ele calmo e sem alarde
Aceitou a sugestão de ser
Jogado no violento mar.

No momento foi difícil
Invocavam o nome Javé
Aquele que tudo sabe
Pois aos céus estendeu as mãos
e com votos e sacrifícios
Pois de Deus vem a salvação!

Mas Jonas não esperava
tamanha escuridão
Mesmo engolido pelo grande peixe
Dirigiu-se a Javé nessa fervorosa oração.

Peço perdão ao senhor
No peito não tenho mágoas
Na profundeza do abismo
As torrentes me arrastaram
como faço para sair
do meio de tantas águas?

Veja a vida como é
Mesmo sem forças
Ele se lembrou de Javé
Lá na barriga do peixe
Cultivou por Deus o seu amor
Então, teve forças
Para cantar o seu louvor.

Então, sobre as ordens do Senhor
O peixe lhe vomitou
Certamente ele pensou
Que agora estava livre
Mas Javé lhe ordenou:
Levante-se e vá a Nínive.

Foi decisão de Javé
Querendo Jonas ou não
Mas, dentro de poucos dias
Haveria muita destruição.

O povo daquela cidade
Ainda acreditava em Deus
Mas ouviram este boato
Que era verdadeiro
A ordem era que todos
Se vestissem com panos de saco.

Deus via naquele povo
Muitos erros e maldades
Logo a notícia chegou
Até o rei da cidade.

Ele também não escapou
Da penitência de Deus
Vestido de saco e em cima
Das cinsas ele sentou.

Se não bastassem os homens
Também os animais
Quem sabe assim se corrigisse
Para que não pecassem mais.

Ficar sem comer e beber
Podia servir de lição
Todo homem arrependido
Abranda seu coração.

Com a Justiça de Deus não se brinca
É verdade absoluta
Javé lhe pede
(“meu filho, minha filha”)
converta-se da má conduta.

Deus não condena o povo
Ele não esquece jamais
Todos de Nínive se obedeceram
E Javé voltou atrás.

O desgosto de Jonas
Deus havia percebido
Mas o profeta acreditava
Que Deus é compassivo.

Deus olhou para Jonas
E entendeu sua raiva
Preparou para ele
Uma surpresa altaneira
Fez nascer naquele dia
Uma linda mamoeira.

Deitou-se em sua sombra
Se livrando da insolação
Jogado à própria sorte
Quando perdeu o abrigo
Desejou até sua morte.

A natureza Javé fez nascer,
Crescer e morrer
Ele fez tudo de bom
E deixou seu povo livre
Foi então que perdoou
A todos os habitantes de Nínive.

Meus irmãos,
Deus criou o mundo
Fez tudo com perfeição
Em baixo do firmamento
Não teve escuridão
Criou luz e nos deu Jesus Cristo
Para nossa salvação!

Releituras do Livro de Jonas - Linhares


O LIVRO DE JONAS
Autores/as: Equipe Infância Missionária
Linhares
26 e27 de junho de 2010
Todo mundo traz um dom
E também uma missão
E é por isso que eu peço atenção
Dos meus irmãos
Para ouvir falar de Jonas
Um desobediente fujão.

Deus chamou a Jonas
E mandou ele anunciar
Que destruiria a cidade de Nínive
E todos que moravam lá.

Mas Jonas sabia
Que Deus é misericordioso e bom
E por isso quis fugir
Mas Deus quis mostrar a Jonas
Quem é que manda aqui.

Jonas quis se esconder
Indo dormir num porão
Mas Deus revoltou o mar
Causando grande tribulação.

Os marinheiros desesperados
Sem saber o que aconteceu
Começaram a clamar
Cada um pelo seu Deus.

Mas Jonas estava dormindo
E nada disso estava vendo
Quando o mestre do navio
o acordou e contou
o que estava acontecendo.

E então tiraram a sorte
e sobre Jonas foi cair
E então lhe perguntaram
Quem é você e o que faz aqui?

E Jonas disse: Sou hebreu e temo a Deus
Que fez a terra e o mar
Então eles souberam
que ele tinha feito algo errado
Para o mar se revoltar.

E então cada vez mais
o mar se revoltou
Jogaram Jonas no mar
E o mar se acalmou.

E veio um grande peixe
E engoliu Jonas
Pro fundo do mar ele nadou
Por três dias e três noites
nas entranhas do peixe ele ficou.

E Jonas muito angustiado
Ao Senhor ele orou
Não sei se foi em oração
Ou se foi um grande clamor
Só sei que Deus o ouviu
E o peixe a ele vomitou.

Estando ele em terra firme
Deus mandou ele levantar
Que fosse a grande Nínive
Pra aquele povo anunciar
Que eles tinham que se converter
e parar de tanto pecar.
E durante três dias
Pôs-se Jonas a caminhar
E durante mais um dia
Pôs-se ele a pregar
convertam-se e temam a Deus
Ou em 40 dias essa cidade
não mais existirá.

E aqueles homens creram em Deus
Fizeram Jejum e oração
Se converteram ao Deus do céu
Que teve deles compaixão.

Jonas fez uma cabana
E ali foi descansar
Fora de Nínive ele ficou
Esperando ela acabar.

Mas Deus com pena de Jonas
Porque era forte o calor
Fez nascer uma mamoeira
Sua sombra lhe deu frescor.

E os dias foram passando
A cidade não se acabou
Jonas muito revoltado quis saber:
O que aconteceu Senhor?

Deus nessa mesma noite
Para fazer Jonas entender
Fez morrer a mamoeira
Para ele compreender.

Ele ficou bravo
Porque sua sombra acabou
Pediu a Deus pra morrer
Por causa do forte calor.
Deus disse a Jonas
Você ficou indignado e triste
Por uma coisa que nem cuidou
E de repente se acabou
Imagine eu por aquele povo
Ao qual eu fui o criador.

Se eu mando perdoar
Aquele que pede perdão
Como eles se converteram
Como não iria ter compaixão.

Esse Jonas é o da Bíblia
Filho de Amati
Que pensou que podia
se esconder de Deus.
Que tudo vê e tudo sabe
Tudo que a gente faz.

E acreditamos que depois disso
O Jonas entendeu
Que Deus é todo poderoso
E ama todo filho seu.

Curso sobre EVANGELHOS APÓCRIFOS

CEBI-ES CONVIDA
Curso sobre os Evangelhos Apócrifos
"Evangelhos Apócrifos: memória dos cristianismos perdidos - Introdução aos Apócrifos do Segundo Testamento"
Assessor: Frei Jacir de Freitas Faria
Professor do ISTA em Belo Horizonte e membro do CEBI-MG
dias: 18 e 19 de setembro de 2010
Local: Sala do CEBI-ES, atrás da Praça Oito, ao lado da Escadaria Maria Ortiz, em cima da Livraria Paulus.

Informações (27)3223-0823 e (27)9945-2068
- cebies@yahoo.com.br

Livro sobre EVANGELHOS APÓCRIFOS

CEBI CONVIDA
Lançamento do Livro:
"Apócrifos aberrantes, complementares e cristianismos alternativos -poder e heresia"
Autor: Frei Jacir de Freitas Faria
Professor do ISTA, Instituto São Tomáz de Aquino, em Belo Horizonte e membro do CEBI-MG
Dia: 17 de setembro
Horário: 19hs às 21hs, com noite de autógrafos

Conheça outras atividades do CEBI-ES para esse Segundo Semestre:
18 e 19 de setembro - Curso sobre os Evangelhos Apócrifos: "Evangelhos Apócrifos: memória dos cristianismos perdidos - Introdução aos Apócrifos do Segundo Testamento" - ministrado pelo Frei Jacir de Freitas -
Todos esses encontros serão na Sala do CEBI-ES, atrás da Praça Oito, ao lado da Escadaria Maria Ortiz, em cima da Livraria Paulus.
Informações (27)3223-0823 e (27)9945-2068 - cebies@yahoo.com.br

CURSO SOBRE LEITURA POPULAR DA BÍBLIA

CEBI CONVIDA
"LEITURA POPULAR DA BÍBLIA"
11 de setembro
08hs às 17hs
Assessoria: Equipe CEBI-ES
Local: Sala do CEBI-ES, atrás da Praça Oito, ao lado da Escadaria Maria Ortiz, em cima da Livraria Paulus
Informações: (27)3223-0823 e (27)9945-2068

Conheça aqui outras atividades do CEBI-ES programadas para esse 2o semestre:

17 de setembro - Lançamento do Livro de Frei Jacir de Freitas sobre os Evangelhos Apócrifos: "Apócrifos aberrantes, complementares e cristianismos alternativos -poder e heresia" - 19hs às 21hs, com noite de autógrafos;


18 e 19 de setembro - Curso sobre os Evangelhos Apócrifos: "Evangelhos Apócrifos: memória dos cristianismos perdidos - Introdução aos Apócrifos do Segundo Testamento" - ministrado pelo Frei Jacir de Freitas - professor do ISTA de Belo Horizonte e membro do CEBI-MG.


Todos esses encontros serão na Sala do CEBI-ES, atrás da Praça Oito, ao lado da Escadaria Maria Ortiz, em cima da Livraria Paulus.
Informações (27)3223-0823 e (27)9945-2068
- cebies@yahoo.com.br

Judaísmo e sua história






Vivenciamos na noite de sexta-feira, 20/08, um bonito momento de reflexão sobre Judaísmo. Quem nos ajudou nesse processo foi professor Rafael Rodrigues da Silva, membro do CEBI-SP e professor da PUC-SP.

Várias pessoas responderam ao convite do CEBI-ES, marcando presença no evento, para ouvir, conhecer mais e dar sua contribuição na compreensão sobre uma das grandes religiões do mundo.
Tivemos a oportunidade de conhecer um pouco do contexto histórico, a origem, os conflitos, os desafios o processo de consolidação deste importante seguimento religioso e suas contruições para o desenvolvimento da história e também para a formação do cânon da Bíblia como temos hoje.
Obrigada a todas e todos que compareceram!
Conheça aqui outras atividades do CEBI-ES programadas para esse 2o semestre:
11 de setembro - Leitura Popular da Bíblia - 08hs às 17hs
17 de setembro - Lançamento do Livro de Frei Jacir de Freitas sobre os Evangelhos Apócrifos: "Apócrifos aberrantes, complementares e cristianismos alternativos -poder e heresia" - 19hs às 21hs, com noite de autógrafos;
18 e 19 de setembro - Curso sobre os Evangelhos Apócrifos: "Evangelhos Apócrifos: memória dos cristianismos perdidos - Introdução aos Apócrifos do Segundo Testamento" - ministrado pelo Frei Jacir de Freitas - professor do ISTA de Belo Horizonte e membro do CEBI-MG.
Todos esses encontros serão na Sala do CEBI-ES, atrás da Praça Oito, ao lado da Escadaria Maria Ortiz, em cima da Livraria Paulus.
Informações (27)3223-0823 e (27)9945-2068 - cebies@yahoo.com.br

Mês da Bíblia 2010

MÊS DA BÍBLIA 2010
Livro de Jonas
Prepare a sua comunidade, paróquia, grupo de reflexão no lar, Círculo Bíblico
O CEBI preparou outros materiais para esse mês, além do livro de Círculo Bíblico
maiores informações cebies@yahoo.com.br - (27) 3223-0823 e (27) 9945-2068

Um pouco da História do CEBI - Centro de Estudos Bíblicos


A HISTÓRIA DO CENTRO DE ESTUDOS BÍBLICOS CONTADA A PARTIR DE ESTAMPAS DAS CAMISAS. TRAZ TEXTOS E FOTOS COM ENCADERNAÇÃO E SOBRECAPA.
ISBN 978-8577-33-080-5
40 páginas
Igrejas, entidades, pessoas físicas, historiadores, teólogos, professores, padres, pastoras e pastores, homens e mulheres do Ecumenismo e de boa vontade, conheça e divulgue essa nossa história e caminhada.
Colabore com esse trabalho.
valor: R$30,00
Onde comprar:
Sala do CEBI-ES - Ed. Juel em cima da Livraria PAULUS
telefone (27)3223-0823 / 9945-2068

JUDAISMO E SUA HISTÓRIA

CEBI-ES CONVIDA
"HISTÓRIA DO JUDAÍSMO E OS CONFLITOS CULTURAIS PROVOCADOS PELO PROCESSO DE HELENIZAÇÃO"
Assessor: Prof. RAFAEL RODRIGUES DA SILVA - CEBI-SP
Professor de Exegese Bíblica no ITESP e PUC-SP

CURSO NA SALA

Objetivo:
Refletir sobre a história do judaísmo identificando os conflitos que marcaram essa proposta religiosa quando confrontada com a cultura grega.


Local: Sala do CEBI-ES
Rua: Duque de Caxias, 121 – sala 206 – Ed. Juel – Centro – Vitória – ES (Em cima da Livraria Paulus).

Data: 20 de agosto de 2010

Horário: 19h – 21h

Inscrições: CEBI-ES - Tel. 3223-0823 – 99452068
E-mail: cebies@yahoo.com.br

Valor do curso: R$ 5,00

SEMANA DE ORAÇÃO PELA FAMÍLIA

SEMANA DE ORAÇÃO PELA FAMÍLIA


Está saindo do forno, aliás da gráfica, o Círculo Bíblico da "Semana da Família".
Este subsídio será usado em todas as comunidades da Arquidiocese de Vitória e foi especialmente preparado com essa finalidade pela Equipe de Redação do CEBI-ES.
Ele contém 04 encontros para os dias da semana e terá o seu inicio e encerramento realizado em cada uma das comunidades nas celebrações dos dias 08 e 15 de agosto respectivamente. "Família: Formadora de valores humanos e cristãos" é o tema da "Semana da Família" e é importante que em todas as comunidades os diversos grupos, pastorais, movimentos e equipes possam suspender suas reuniões ordinárias, mesmo que sejam importantes, para se unirem numa só oração pelas nossas famílias, que com certeza são ainda mais importantes.
Verifique se sua comunidade fez pedido suficiente para que todas as equipes possam ter material suficiente para trabalhar nessa semana. Em caso de dúvida fazer contato com o Secretariado de Pastoral da Arquidiocese de Vitória.
É importante ainda que em todas as comunidades se combine direitinho a Celebração Inicial de envio dos missionários (08), que irão de casa em casa rezar pelas famílias. Convidar cada pessoa para que possa participar dos encontros e da Celebração de Encerramento (15).
Bom trabalho a todos os grupos!

LIVROS SAPIENCIAIS

CEBI-ES CONVIDA
CURSO NA SALA

LIVROS SAPIENCIAIS
A Sabedoria no mundo bíblico
Objetivo:
Refletir sobre a origem da Sabedoria na História do Povo de Israel e as diferentes abordagens presentes nos livros sapienciais

Local: Sala do CEBI-ES
Rua: Duque de Caxias, 121 – sala 206 – Ed. Juel – Centro – Vitória – ES (Em cima da Livraria Paulus).

Período: 05 de agosto a 25 de novembro de 2010 – (sempre na quinta-feira)

Horário: 19hs – 21hs

Inscrições: CEBI-ES - Tel. 3223-0823 – 99452068
E-mail: cebies@yahoo.com.br

Mensalidade: R$ 15,00

Assessoria: Equipe do CEBI-ES
Haverá Certificado para os participantes que atingirem 75% de participação

Pastorais Sociais e Organismos da CNBB confirmam apoio ao plebiscito pelo limite de propriedade da terra e ao Grito dos Excluídos


As coordenações nacionais e regionais das Pastorais Sociais e dos Organismos que fazem parte da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da CNBB, divulgaram uma carta em que manifestam seu apoio e participação tanto no Grito dos Excluídos quando no Plebiscito Popular por um limite da propriedade da Terra no Brasil. A carta, divulgada no encerramento do encontro das coordenações, em Brasília, na quarta-feira, 16, é assinada pelo presidente da Comissão, dom Pedro Luiz Stringhini.
“Esta decisão [de participar do Grito dos Excluídos e do Plebiscito] tem como base a consciência de que a democratização da terra através da reforma agrária é uma luta histórica do povo e uma exigência ética afirmada pela CNBB há décadas.
O Plebiscito é uma das ações concretas propostas pela Campanha da Fraternidade deste ano que discutiu o tema “Economia e vida”. Veja a íntegra da carta em www.cnbb.org.br

Ficha Limpa vale para condenados antes da lei, decide TSE





Por 6 votos a 1, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu no dia 17/06, que a lei conhecida como Ficha Limpa vale para quem foi condenado antes da lei entrar em vigor, no dia 4 de junho. O ministro Marco Aurélio foi o único que votou contra. O relator, ministro Arnaldo Versiani, ressaltou que a inelegibilidade não é uma pena, mas uma condição que deve ser verificada no momento de registro da candidatura.
O TSE respondeu a consulta feita pelo deputado federal Ilderlei Cordeiro (PPS-AC), que questionou sobre a aplicabilidade da lei já neste ano e sobre a abrangência da lei. O TSE já havia respondido positivamente à primeira na semana passada.
A dúvida sobre a abrangência da lei, em relação aos já condenados antes de sua sanção, surgiu por causa da mudança do tempo verbal introduzida pelo senador Demóstenes Torres, passando de “tenham sido condenados” para “os que forem condenados”. “O momento de aferição das causas de inelegibilidade é o registro, pouco importa o tempo verbal. Não há direito adquirido à elegibilidade, as causas devem ser aferidas a cada eleição”, disse Versiani.
“A decisão de ontem (17/06), do STE, ao entender que a Lei da Ficha Limpa se aplica também aos condenados antes do dia 7 de junho, foi mais uma vitória da democracia e do povo brasileiro, que se mobilizou para manifestar sua vontade”, disse o secretário da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa. “Convém ressaltar a importância da Magistratura em todo esse processo, já que a idéia de um Projeto de Lei de Iniciativa Popular nasceu do protagonismo do TER-RJ, então sob a presidência do Desembargador Marcus Faver, que, por primeiro, procurou vetar a candidatura de pessoas com débitos graves com a Justiça”, acrescentou.

Fonte: www.cnbb.org.br - Sex, 18 de Junho de 2010 09:37

COPA DO MUNDO E ELEIÇÕES





E ai, tudo preparado?
A Copa do mundo está ai. Você já se preparou para esse momento importante do mundo dos esportes? Conhece todas as seleções que estão na Copa? A nossa seleção foi bem convocada, escolhida? Você conhece bem o perfil de cada jogador? São competentes ou “pipoqueiros”? Vestem a camisa de seu time com seriedade ou jogam para quem paga mais? E o hotel dos jogadores, o dia dos jogos, a concentração dos torcedores, o encontro dos amigos, a folga no trabalho, tudo já está preparado? Será que dá para ganhar a taça ou vamos ficar pelo caminho, desclassificados logo de início?

Ah! Não podemos esquecer! Como sempre acontece em ano de Copa do Mundo, teremos também este ano Eleições gerais no Brasil. Vamos eleger deputados estadual e federal, senadores, governador e presidente da república. E como anda a nossa preparação? A Copa do Mundo, se a gente ganhar ou perder, não irá determinar as nossas vidas. Iremos comemorar, esbravejar, falar mal do técnico e chamar a sua mãe de “santa”, apenas por um certo tempo.

Já as Eleições Gerais não. O nosso futuro pelos próximos quatro anos está em nossas mãos e será decido a partir de agora. Os acordos, as alianças estão sendo firmados. E nós os torcedores-eleitores, como estamos nos colocando diante desses preparativos?

Não podemos fazer igual ao avestruz e enfiar a cabeça no buraco como se o problema não fosse nosso. Ainda mais, nós vamos assinar uma carta em branco para os eleitos? Eles irão nos dirigir e nos governar sem a nossa intervenção? Vão decidir o preço do arroz, o aumento da escola, “comer” a verba da saúde, aumentar o pedágio da rodovia, indicar os seus “apadrinhados” para cargos importantes e nós vamos ficar “a ver navios”?

Não podemos deixar isso acontecer sem fazer nada! Vamos nos preparar bem como fazemos para a Copa do Mundo. Não podemos deixar para reagir aos 45 minutos do segundo tempo e muito menos promover quebra-quebra depois que a partida terminou.

A hora é agora de nos prepararmos. Procure saber se os seus convocados ou escolhidos possuem Ficha Limpa e merecem jogar na sua Seleção de Eleitos em 03 de outubro. Converse sério com amigos sérios sobre os candidatos e saiba que a vida sua, dos seus filhos, dos seus amigos, da nação está em suas mãos também.

Procure mais informações sobre os seus candidatos nos sites do TER (Tribunal Regional Eleitoral), TSE (Tribunal Superior Eleitoral), MCCE (Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral), AMB (Associação dos Magistrados do Brasil) e outros que poderão oferecer dados sobre a vida dos/as candidatos/as para essa eleição.

Mãos a obra e torça para que a Taça do Mundo seja nossa e também investigue para conseguirmos passar o Brasil a limpo e não perdemos as conquistas sociais já alcançadas.

Pe. Manoel David Neto

ENCONTRO COM JOSÉ COMBLIN






“Desafios aos cristãos no século XXI” – esse foi o tema abordado pelo teólogo Pe. José Comblin na noite de 20 de maio no auditório do Colégio Agostininiano. O Encontro foi uma promoção do CEBI-ES em parceria com a Paulus Livraria e o apoio das Irmãs Agostinianas.

Pe. José Comblin no auge da sua juventude, aos 87 anos, apresentou aos seus ouvintes – leigos/as, religiosas/os, seminaristas, padres, que compareceram ao encontro, algumas das principais mudanças ocorridas em nossa sociedade desde o início do século XX até essa última década.

Chamou a atenção para a necessidade de uma nova forma de Evangelização, passando de uma pastoral de “manutenção”, de “espera de freguesia”, onde se esperava que a família transmitisse os principais valores, para uma pastoral mais “agressiva”, mais Missionária, onde se deve ir ao encontro das pessoas.

Essa “investida”, segundo ele, deve ser mais pessoal, sempre levando em conta a realidade que a pessoa está vivendo. Deverá ajudar na Formação da Fé da pessoa, além de impulsioná-la para dar testemunho de sua fé nos diversos ambientes comunitários onde ela convive.

Pe. José Comblin lembrou ainda a necessidade de se prestar atenção na informalidade da economia, ou seja, levar em conta aquelas pessoas que estão colocadas de lado em nossa sociedade, tanto no campo quanto na cidade. Recordou também o papel fundamental dos cristãos dentro dos ambientes de trabalho, de convivência comunitária procurando sempre olhar aqueles/as que estão num patamar abaixo, pois neles está o apelo de Deus para nós nos dias de hoje.

Ficou evidente ainda a vitalidade, a esperança e o testemunho de fé deste homem que continua experienciando os sinais do Reino de Deus nos pequenos acontecimentos.

Nosso carinho a todos que aceitaram o convite e participaram do encontro e nossa gratidão a todos que nos apoiaram.

PASTOR MILTON SCHWANTES VISITA SALA DO CEBI-ES







Depois de ministrar curso numa Faculdade de Teologia de Vitória, o Pastor Milton Schwantes fez questão de visitar a sala do CEBI-ES e de se encontrar com representantes da Coordenação Estadual. O encontro se deu no dia 07 de maio às 09hs com um café, conversa, conhecimento e apresentação dos trabalhos apresentados pelo CEBI-ES neste ano de 2010. Lá estavam diversos membros da Equipe de Coordenação, mesmo num dia de trabalho, para ouvir, partilhar a vida e a história, os trabalhos e as andanças deste incansável batalhador na busca de uma Leitura Popular da Bíblia. Milton Schwantes, além de motivar o grupo a continuar neste trabalho também teve a oportunidade de relembrar diversos trabalhos e visitas ao nosso estado, juntamente com Pastor Norberto Berger, em Santa Maria de Jetibá, São João do Garrafão, Santa Tereza e também das conversas com o Fr. Carlos Mesters, sobre a Diocese de São Mateus e seus trabalhos. Foi uma manhã abençoada.

ARQUEOLOGIA BÍBLICA: FORMAÇÃO PARA ASSESSORES DO CEBI-ES



Aconteceu nos dias 07 e 08 de maio na Sala, no centro de Vitória o primeiro módulo da Formação para Assessores (antigos e novos) do CEBI-ES. Sob a coordenação de Fatinha Castelan, Pastor Norberto Berger e Josué o encontro aconteceu num clima de muita espiritualidade, alegria, interação e responsabilidade de todas as pessoas envolvidas.
O assunto foi Arqueologia Bíblica e foi trabalhado com dinâmica, trabalho em grupos, áudio visual, o que fez com que todos pudessem dar a sua contribuição, apesar de ser desconhecido pela maioria. Vale a pena registrar o conteúdo apresentado e a mística da noite inicial quando os participates viajaram pela história das suas famílias através de objetos quase arqueológicos. Os trabalhos de casa serão apresentados no dia 01 de julho às 18:30hs. Os próximos módulos serão ainda marcados.

COORDENAÇÃO ESTADUAL DO CEBI-ES PARTICIPA DE ANIVERSÁRIO DA IECLB – GUARAPARI







No dia 02 de maio aconteceu no bairro Lagoa Funda – Guarapari, a celebração do 16º aniversário da Comunidade da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, sob a coordenação do Pastor Albery. A Equipe de Coordenação Estadual do CEBI-ES lá se vez representar por diversos membros que participaram deste momento importante da vida daquela comunidade de ação de graças, oração, confraternização, ecumenismo e encontro. O aniversário aconteceu o dia inteiro e movimentou não só a Comunidade Luterana, mas também a comunidade católica que tradicionalmente participa desta festa. Foi um bonito dia.

NOVELA JONAS: FORMAÇÃO NA PARÓQUIA SÃO PEDRO – MUQUIÇABA






Nos dias 01 (interior) e 02 (cidade) de maio aconteceu mais uma Formação Bíblica sobre o Livro de Jonas na Paróquia São Pedro – Muquiçaba – Guarapari. A Equipe do Cebi-ES presente à essa formação – Marina, Lucimar e Fatinha – coordenou a apresentação dos diversos grupos formados no 1º encontro. Esses grupos estudaram e dramatizaram os 4 capítulos da novela Jonas. Esse livro será estudado pelos Círculos Bíblicos no próximo mês de setembro nas Comunidades Católicas por todo Brasil. O próximo capítulo da Novela Jonas como Formação Bíblica será em junho.

Mesters e Orofino lançam pelo CEBI "A parábola de Jonas"



Pequeno livreto de bolso com cinco círculos bíblicos, "A parábola de Jonas", é um livro sobre um espelho, ou nas palavras dos autores, "no espelho da novela de Jonas, vejo o que acontece comigo".
Os autores, Carlos Mesters e Francisco Orofino, procuraram capturar a ironia do texto e, habilmente construíram um conjunto de encontros bíblicos que contribui para o estudo do livro bíblico de Jonas no mês da Bíblia católico em 2010.
ONDE ECONTRAR?
A parábola de Jonas. Carlos Mesters e Francisco Orofino. CEBI, 2010. 36 p.
Preço R$4,50
Rua Duque de Caxias, 121 – Ed. Juel – sala 206 – Centro – Vitória – ES – 29010120 – telefone (27)3223-0823 e (27)9945-2068 – e-mail:
cebies@yahoo.com.br Blog: www.portrasdapalavra.blogspot.com
Atendimento 2ª a 6ª feiras – 09 às 12hs e 14 às 19hs