ASSEMBLÉIA ANUAL DE PLANEJAMENTO DO CEBI-ES 2009/10





Estamos num tempo de conflitos generalizados, crises das instituições, intolerâncias diversas e desrespeito aos direitos humanos. E nós tentando ser humanos.

Assim realizamos nos dias 04, 05 4e 06 de dezembro, na Praia do Morro, em Guarapari, a nossa Assembléia Anual de Planejamento. Ao final, domingo à tarde, no encerrar da assembléia uma expressão nos marcou: “vivemos a Assembléia mais tranqüila dos últimos anos e saímos daqui cansados sim, mas não desgastados”! O clima de companheirismo continuou nas despedidas, como se o povo não quisesse ir embora dali.

As pessoas na sua absoluta maioria eram as mesmas; as diferenças também; os posicionamentos diversos e até contrários não deixaram de aparecer, mas o clima era outro.

As propostas de trabalho de assessoria para 2010 foram muitas; a busca em atender a quase todos os pedidos foi determinante; o empenho das diversas Equipes de trabalho, inclusive da Paróquia que nos acolheu, era visível.

O que mudou então?
Podemos afirmar com segurança: o desarmamento das pessoas entre si; o desejo de contribuir no Caminho de Libertação através da Leitura Popular da Bíblia; o reconhecimento da necessidade de vivermos um CEBI Adulto – 30 anos CEBI Nacional; a preparação para celebrarmos 25 anos de CEBI-ES em 2011.
Mas com certeza, um fator determinante na Assembléia, que teve como tema “CEBI 30 anos – Celebrar a Memória e Resgatar os Compromissos”, foi a da pessoa da Neli de Almeida – CEBI-MG e membro do Conselho Nacional, que nos ajudou com a sua presença mineira, simples, simpática, agradável.

Dentro deste tema, a Neli ouviu e viu todo o nosso VER – com as avaliações dos trabalhos deste ano e em seguida foi nos ajudando – JULGAR – a enxergar, a perceber todo o bem que fizemos a um número incalculável de pessoas com nossos encontros de 2009. Ela também nos ajudou a perceber os nossos compromissos atuais, em sintonia com os 30 anos de história, a necessidade de voltar às origens, beber da fonte. Mostrou-nos a firmeza dos primeiros passos, apesar da insegurança e incerteza do caminho desconhecido que se estava buscando. 30 anos se passaram e a Palavra de Deus fez caminho no Brasil e no ES, e sem nenhuma falsa modéstia, também através das inúmeras atividades que o CEBI desenvolveu.

Assim, o nosso AGIR já estava se encaminhando, seja pela Avaliação dos trabalhos deste ano, seja na iluminação que a presença da Neli com a sua reflexão trouxe, completamos o que faltava tomando decisões necessárias e analisando os diversos pedidos, e como atendê-los na medida do tamanho do nosso grupo. UFA! Não foi fácil!

Neste Caminho de Emaús que fizemos, pudemos também celebrar os 30 anos de Matrimônio de nosso companheiro Braz Adelque Luchu e sua esposa Selma – que estava na infraestrutura. Não podíamos também esquecer a memória dos 20 anos de Martírio de nosso amigo Pe. Gabriel Félix Roger Maire, francês de nascimento e brasileiro de coração, parceiro dos pobres, amante da palavra de Deus, amigo dos pobres e marginalizados que tombou em solo capixaba, regando com seu sangue nossa vida e nossa história, a serviço das comunidades Eclesiais de Base e das lutas populares.

Tudo isso contribui para o clima reinante e para hoje podermos dizer uma ação de graças esfuziante ao Deus que vem ao nosso encontro em seu Verbo que se fez carne.